domingo, 25 de agosto de 2013

Recadastramento De Imóveis De Salvador - Balanço Inicial

15 mil imóveis são recadastrados em Salvador em menos de uma semana



A Prefeitura de Salvador está realizando o processo de recadastramento imobiliário. Em pouco menos de uma semana, o site criado pela gestão já recebeu cerca de 65 mil acessos e 14.719 pessoas concluíram o processo, sendo 2.607 novos cadastros, 11.918 recadastramentos e 194 cadastramentos de condomínios. Os contribuintes que concluírem o recadastramento garantem o desconto de 10% no IPTU em 2014 e 2015.
Nesta segunda-feira, 19, muitos contribuintes compareceram ao posto Central da Secretaria Municipal da Fazenda, e nos postos da Prefeitura localizados nos SACs (Serviço de Atendimento aos Cidadãos) para entregar os documentos.
Mais de 5.000 soterapolitanos tiveram suas dúvidas esclarecidas pela Central de Atendimento do Recadastramento, através do número 2101-3737, e cerca de 500 internautas enviaram e-mails para a central, por meio do endereçorecadastramento @salvador.ba.gov.br, solicitando informações.
O recadastramento imobiliário consiste na atualização de dados cadastrais dos imóveis de Salvador, e também contempla o cadastramento de novos. Além disso, serão cadastrados os condomínios residenciais, comerciais e de serviços.
O processo, que é obrigatório para todos os cidadãos que possuem imóvel na capital baiana, isentos ou não do pagamento do IPTU, e também os síndicos, vai até o dia 30 de setembro de 2013. O principal objetivo é planejar melhor a cidade, identificando as demandas por unidades de saúde, escolas municipais, transporte público e coleta de lixo, dentre outras.
O cadastramento é realizado pela internet de forma simples e autoexplicativa por meio do site www.recadastramento. salvador.ba.gov.br.
Além do cadastro na internet, os contribuintes deverão enviar um documento que comprove a propriedade do imóvel ou, no caso dos síndicos, a legitimidade de representação do condomínio. Os documentos poderão ser enviados pelos Correios ou entregues de forma presencial nos postos da Prefeitura localizados nos SACs (Serviço de Atendimento ao Cidadão).
Os contribuintes que não fizerem o cadastro e/ou o recadastramento serão penalizados com multa no valor de R$ 412,62. Além disso, os isentos de IPTU perderão esse benefício.

Fonte : Site Tribunadabahia.com.br